Confira como acessar seu ‘dinheiro esquecido’ através do Banco Central; guia completo

Utilize o Sistema Valores a Receber para verificar se tem parte dos R$ 8 bilhões ‘esquecidos’ a seu favor.

Anúncios

Confira se existem valores a serem resgatados por você. Pressione o botão abaixo e veja o guia explicativo passo a passo

Você continuará no mesmo site

Na segunda-feira, dia 14, o Banco Central do Brasil disponibilizou uma nova funcionalidade para a consulta de valores não movimentados acumulados em bancos, frequentemente referidos como “dinheiro esquecido”. Os interessados podem realizar essa consulta através de um website recém-lançado, destinado exclusivamente ao Sistema Valores a Receber. Este novo sistema foi implementado após a versão anterior ser descontinuada devido a instabilidades causadas por um volume excessivo de acessos.

No momento inicial de acesso ao sistema, os usuários são capazes de verificar se possuem ou não valores pendentes, simplesmente fornecendo seu CPF ou CNPJ. Aqueles que identificarem valores a receber serão prontamente informados sobre a data em que poderão requisitar a transferência desses fundos para suas contas pessoais.

Estima-se que cerca de R$ 8 bilhões em fundos esquecidos ou cobrados indevidamente estejam aguardando para ser devolvidos aos titulares de contas bancárias. De acordo com o regulador financeiro, R$ 3,9 bilhões desses valores serão restituídos na primeira fase de devoluções, com o saldo sendo devolvido ao longo dos anos.

As datas para solicitar esses valores são determinadas com base no ano de nascimento dos indivíduos ou no ano de fundação das empresas. A seguir, estão disponíveis informações detalhadas sobre o calendário de liberação desses valores esquecidos e instruções sobre como proceder para resgatá-los.

O que se refere Valores a Receber?

“Valores a Receber” é uma ferramenta desenvolvida pelo Banco Central para facilitar a identificação de valores não reivindicados que possam estar retidos em bancos, consórcios ou outras instituições financeiras. Se encontrados, o sistema também viabiliza o resgate desses montantes.

A funcionalidade permite a pesquisa de valores associados a diferentes tipos de contas e situações, incluindo:

  • Saldos remanescentes em contas correntes ou de poupança após o encerramento;
  • Participações e divisões de excedentes líquidos para ex-sócios de cooperativas de crédito;
  • Recursos esquecidos em consórcios já finalizados;
  • Taxas que foram aplicadas de maneira equivocada;
  • Cobranças irregulares em operações de crédito;
  • Saldos remanescentes em contas de pagamento, tanto pré-pagas quanto pós-pagas, que foram encerradas;
  • Saldos em contas de corretoras e distribuidoras que foram fechadas;
  • Outros valores que as instituições possuem para restituir aos seus clientes.

Caso se confirme a existência de valores a serem resgatados na sua consulta, a retirada desses fundos estará disponível a partir do dia 7 de março, a partir das 10h. Para obter informações detalhadas sobre como proceder para receber esses valores, consulte as orientações sobre como recuperar o dinheiro esquecido em instituições bancárias.

Quem pode acessar o serviço?

O serviço está disponível para todos, incluindo pessoas físicas e jurídicas.

Para aqueles que necessitam de atendimento físico, existem prioridades específicas para:

  • Pessoas com deficiência;
  • Idosos com mais de 60 anos;
  • Mulheres grávidas;
  • Mulheres lactantes;
  • Pessoas portando crianças de colo;
  • Indivíduos com obesidade.

Dinheiro Esquecido

Banco Central

Você continuará no mesmo site

Quais inovações foram implementadas no serviço de consulta de valores a receber?

Após uma pausa de quase dez meses, o serviço foi reativado com diversas inovações que melhoram a experiência do usuário:

  • A apresentação de todos os tipos de valores que podem ser reclamados conforme as normativas do Sistema de Valores a Receber (SVR) foi aprimorada, o que pode aumentar o valor recebível pelos usuários.
  • Foi adicionada a capacidade de consultar valores pertencentes a indivíduos já falecidos, com acesso permitido para herdeiros, testamentários, inventariantes ou representantes legais.
  • Uma sala de espera virtual foi estabelecida para gerenciar o fluxo de usuários em momentos de alta demanda, evitando sobrecarga do sistema.
  • A seleção de uma chave Pix tornou-se um requisito obrigatório para quem deseja solicitar a devolução de valores via SVR. A inserção de dados de contato, como telefone e e-mail, é opcional e reservada para os usuários que optarem pela chave Pix.
  • Também foram incluídas informações sobre valores reivindicados em contas conjuntas por outros co-titulares.

Você continuará no mesmo site

Resolva Suas Dúvidas

Encontre abaixo as respostas para as perguntas mais comuns sobre o serviço de Valores a Receber.

Qual é o tempo de espera para a devolução do dinheiro? Após realizar a solicitação no serviço e fornecer a chave Pix, o dinheiro será depositado em até 12 dias úteis. Se o contato for diretamente com a instituição financeira, o prazo será definido conforme o acordo estabelecido.

Qual é o valor médio recebido pelos solicitantes? De acordo com dados liberados pelo Banco Central, a distribuição dos valores recuperados é a seguinte:

  • De R$ 0,01 a R$10,00: 29.282.110 contas, correspondendo a 62,55% do total;
  • De R$ 10,01 a R$100,00: 12.195.837 contas, ou 26,05% do total;
  • De R$ 100,01 a R$ 1.000,00: 4.694.862 contas, totalizando 10,03%;
  • Acima de R$ 1.000,01: 643.105 contas, o que representa 1,37% do total.

Como visto, a maioria dos valores resgatados é menor que R$ 10,00, então é prudente manter expectativas moderadas quanto aos montantes envolvidos.

Como fazer para reivindicar valores de pessoas falecidas? Se você é herdeiro, testamenteiro, inventariante ou representante legal, simplesmente acesse o sistema e localize a opção ‘Valores a receber de pessoa falecida’. Clique nesse botão e aceite o Termo de Responsabilidade para consulta de dados de terceiros.

Você deverá então fornecer o CPF e a data de nascimento do falecido para obter detalhes adicionais.

O sistema mostrará qual instituição detém os valores, fornecerá informações de contato da mesma e indicará a faixa de valor conforme categorias:

  • De R$ 0,01 a R$10,00;
  • De R$ 10,01 a R$100,00;
  • De R$ 100,01 a R$ 1.000,00;
  • Acima de R$ 1.000,01.

Com esses detalhes, contate a instituição para organizar como apresentar a documentação que prova sua condição de herdeiro, testamenteiro, inventariante ou representante legal do falecido.

CONTEÚDO RELACIONADO

Cadastro Minha Casa Minha Vida – Inscreva-se Já

O Programa Minha Casa Minha Vida já ajudou mais de 2,6 milhões de famílias no Brasil. Desde o começo, essa ação do gover…

O Programa Minha Casa Minha Vida 2024 : Um Guia Completo

O sonho da casa própria é um dos desejos mais comuns entre os brasileiros. Afinal, ter um lugar para chamar de seu traz …

Crescimento de 20% nas contratações do Casa Verde e Amarela?

É estimado que haja crescimento de 20% nas contratações do programa Casa Verde e Amarela no segundo semestre deste ano. …